Etiqueta: Cultura

O inimigo sempre foi Outro

Por Thales Fonseca A motivação de fundo deste ensaio surgiu com o anúncio de publicação do novo livro de Paulo Arantes, que versará sobre uma dita “ideologia francesa”. Logo da notícia, meu primeiro ímpeto foi de procurar os rastros da ansiada obra, antes mesmo de sua publicação. Encontrei algum[1]. Em todo caso, longe de mim

Leia mais »

A filosofia não é um diálogo

Por Slavoj Žižek, traduzido por Thales Fonseca Dificilmente se produzirá um diálogo entre nós[1], posto que em linhas gerais somos da mesma opinião. Porém, poderia ser isso – para começar com uma provocação – um sinal da verdadeira filosofia? Sou da mesma opinião que Badiou quando sublinha, seguindo Platão, que a filosofia é axiomática e

Leia mais »

Cremonini, pintor do abstrato

Por Louis Althusser, via Trondheim Academy of Fine Art, traduzido por Reginaldo Gomes  Redigido na ocasião de uma exposição de Leonardo Cremonini na Bienal de Veneza (junho-setembro de 1964) “Cremonini, pintor do abstrato”, datado por Althusser de agosto de 1966, foi publicado em novembro de 1966 na revista Démocratie nouvelle, no quadro de uma “Pesquisa

Leia mais »

Trilogia do Inumano – Inside: Distopia como destino

Por Gabriel Bichir “Não há como salvar a arte após a extinção do sujeito, muito menos ao estufá-lo, e o único objeto que hoje seria digno dele, o puro desumano, escapa à arte tanto pela desmedida quanto pela desumanidade.” (Adorno)

Leia mais »

Uma conversa sobre New Thing

Por Douglas Rodrigues Barros e Frederico Lyra Essa conversa entre Douglas Rodrigues Barros e Frederico Lyra teve origem em um post de facebook de Douglas onde esse fez um comentário sobre uma leitura sua que estava em curso. Se tratava do livro New Thing escrito por Wu Ming 1 um dos integrantes do coletivo homônimo

Leia mais »

Kung I-Chi

Por Lu Xun, traduzido do inglês por Isabela Ferreira Gesser Kung I-Chi (em chinês: 孔乙己) é um conto de Lu Xun, o fundador da literatura chinesa moderna, até então inédito em português. Originalmente publicado em abril de 1919 na revista Nova Juventude (新 青年), foi posteriormente incluído em sua primeira coleção de contos, O Chamado (吶喊).

Leia mais »